terça-feira, 29 de maio de 2012

E pra continuar no clima...

Este blog  mudou para o seguinte endereço: http://nosdoisnoaltar.com.br/


MATRIMONIO A VENEZIA!!!

É, meu povo! Antes de continuar os relatos da minha lua-de-mel, não posso deixar de postar essas fotos lheeeendas de um casamento em Veneza, uma das cidades mais românticas do mundo!

Divirtam-se!






Beijocaaaaaaas!!!

domingo, 27 de maio de 2012

"Just say I do..."

Este blog  mudou para o seguinte endereço: http://nosdoisnoaltar.com.br/

Oi, gente!

Não costumo postar nos fds, mas esse vídeo MERECE!!!

Muitas de vcs já devem ter visto, mas a criatividade do americano Isaac Lamb pra pedir a sua namorada Amy em casamento precisa ser colocada aqui.

Enjoy it!

Uma semana abençoada e muito feliz a todas!

Beijocas!

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Nós dois no altar...finalmente!!! Capítulo 6: Os detalhes

Este blog  mudou para o seguinte endereço: http://nosdoisnoaltar.com.br/

Oi, povo!

Como é que vão?

    Meninas, fiquei tão feliz com os elogios no post de ontem! Sério, cada detalhe ali foi pensado e materializado com tanto carinho, que receber elogios é um presente, uma recompensa!

    Um segredinho: depois do casório, duas convidadas minhas entraram em contato comigo e me chamaram pra decorar o casamento delas. Aliás, nos chamaram, porque vou enfrentar essa missão com minha fiel escudeira Helena. Desejem-nos boa sorte!:-)

     Bom, o post de hoje, FINALMENTE, não terá muito texto. Afinal, são apenas os detalhes do melhor dia do  mundo. Teve mais um monte de detalhes que não foram fotografados, como o kit banheiro, a lembrancinha das madrinhas, das daminhas, mas o que foi, coloco agora pra vocês:

                               O dia de sol lindo, que Santa Clara mandou pra mim:

                                              Meu quarto:


                             




                          "I love my blog"! Viram? É uma homenagem ao blog e a vocês!

                                           Bem casadosssss



                                     Lembrancinha dos padrinhos:

                                        
                                  Pra mulherada na pista de dança:


Por hoje é só!

Beeeeeeeeeeeijooocaaaas!!!

terça-feira, 15 de maio de 2012

Nós dois no altar...finalmente! Capítulo 5: A queridinha!

Este blog  mudou para o seguinte endereço: http://nosdoisnoaltar.com.br/

Oi, gente!

Como vão?

Vamos dar continuidade aos relatos?

No capítulo anterior parei quando eu e o marido chegamos no hotel, mas vou dar continuidade a esse momento no primeiro post da lua de mel. É que ainda tenho algumas coisas pra falar do casamento e não quero que as informações fiquem soltas.

Neste capítulo vou falar da queridinha de 9 entre 10 noivas: a DECORAÇÃO!

Vou confessar que este  foi o item que mais me deu trabalho. É que durante os preparativos eu ficava perdida em meio a TANTAS inspirações. Era tanta coisa linda, que eu não conseguia definir o que realmente queria. Além disso, eu tinha colocado na cabeça que teria que fazer uma decoração que tivesse a cara do casal. 

Fora isso, teria que combinar também com a estrutura da Quinta do Chapecó, que é uma casa no meio da floresta, cercada por MUITO, MUITO, MUUUITO verde. Meio "casa de campo", sabe?

As noivas que já visitaram a Quinta do Chapecó vão dizer que sou maluca. Afinal, a própria casa já é meio decorada e linda. Basta colocar um arranjo nas mesas dos convidados, arrumar os doces naquelas mesas redondas de vidro( que a própria casa fornece) e pronto. Certo? Erradíssimo!

Primeiro que a bridezillamor não aceitaria uma festa igual a todas as outras que acontecem na casa. Segundo que, apesar de a Quinta do Chapecó ser linda, acho que uma festa de casamento exige uma decoração mais elaborada.

Bom, comecei lá no final de 2010 a salvar inspirações na minha pasta. Depois de meses arquivando fotos,  um dia resolvi dar uma olhada em tudo que estava guardado. Percebi que a maioria das fotos tinha decoração com velas. Vi também que muitas fotos tinham peças de cristal:lustres, castiçais, candelabros...  Observei ainda que o tecido TOILE DE JOUY estava presente em váriaaaas fotos. Naquele dia, eu já tinha descoberto como seria a minha decoração, mas ainda não tinha me dado conta rsrsrs.

Em paralelo a isso, outro drama: as cores! Tem noção da responsabilidade de definir de qual cor será o dia mais importante da sua vida??? Pois é. Nem a pastinha de decór me ajudou dessa vez, porque tinha foto de decoração de todas as cores. Sim, de todas. Menos de preto, porque sou supersticiosa. Recorri então às macumbinhas nossas de cada dia  e fui procurar a INFLUÊNCIA DAS CORES NA DECORAÇÃO DO CASAMENTO.

Foi aí que me decidi pelo amarelo, já que queria uma festa alegre e animada. Só que como casaria à noite, não rolaria amarelo+branco, porque ficaria muito apagadinho. Então comecei a "testar" mil combinações de amarelo: com laranja, com tiffany, com navy, com azul hortênsia... E resolvi misturar amarelo + branco + tons de azul. Inicialmente seria o navy, mas achei que ficaria muito clássico para uma festa no meio da floresta. 

Assim, peguei inspirações de arranjos com hortênsias pra dar uma clareada no ambiente e decidi que queria caminhos de mesa de toile de jouy com a estampa azul mais clarinha.

A primeira coisa que fiz quando decidi as cores foi comprar as forminhas. Como as danadinhas são caras pra chuchu me programei e fui comprando aos poucos.

A segunda coisa foi ligar pra uma amiga minha, que ama decoração, pra ela me ajudar. Não sabia que seríamos uma dupla tão infalível! rsrsrs Mostrei pra minha amiga todas as minhas referências, falei que queria toile de jouy, mas que não seria uma decoração totalmente provençal, falei das velas, das peças de cristal...

Em menos de uma semana, minha friendzilla (hahah) me ligou me apresentando uma lista de fornecedores de velas, lustres, fábricas de tecido e por aí vai. Sério, meninas: se não fosse ela acreditar nos meus sonhos, viajar na minha loucura de ideias e me perturbar a paciência pra eu ir fechando os itens decorativos, meu casamento não seria 1/3 do que foi.

Além disso, fomos um zilhão de vezes à Quinta do Chapecó. A Helena (o nome dessa minha amiga) queria conhecer o lugar para dar outras ideias. E deu várias! E provou pra mim que era possível comprar meu tão sonhado tecido. Compramos juntas e ela fez TODOS os caminhos de mesa.

Bom, mas não parou por aí. Afinal NOIVA SEEEEMPRE TEM QUE ARRUMAR IDEIA, NÉ?

1)Impliquei com as mesas da Quinta do Chapecó. A mesa de doces era meu xodó do casório e não poderia ficar dividida em um monte de mesas pequenas de vidro. Decidi então alugar duas mesas em pátina branca.

2) Aí visualizei o lounge. Estava muito sem graça. Helena deu a ideia de um tapete persa, que ficou lindo, mas...ainda faltava algo. Tive então a ideia de fazer almofadas: algumas em toile de jouy; outras em navy com as nossas iniciais em amarelo. Ficaram um charme!

3) Ok, mas ALOKA ainda não estava plenamente satisfeita. Nesse período, o casório já estava quaaase chegando. Então decidi que queria uma mesa com fotos dos casamentos das famílias dos noivos.

Acho que a palhaçada acabou por aí rsrs. No dia do casamento, Helena foi pra lá coordenar a execução de tudo. O resultado?

Confiram:

                                      (abstraiam o bolo horroroso. Olhem a decoração!rs)






Por hoje é só!

Amanhã tem mais!

Bjkssss











sexta-feira, 11 de maio de 2012

Nós dois no altar...finalmente!!! Capítulo 4: A academia faz a consagração do casamento

Este blog  mudou para o seguinte endereço: http://nosdoisnoaltar.com.br/

Olá, povo!

Como vão? Tudo 'certin?

Então, parei o relato no risoto de noivos, né? rsrs

Depois disso, entramos no carro em direção a festcheeenha!

No carro estávamos muito eufóricos e não parávamos de falar.Não pegamos trânsito algum e rapidinho chegamos na Quinta do Chapecó.

Assim que chegamos, uma moça da equipe da Bia nos levou pra uma salinha onde pudemos comer. Uma funcionária do Mr. Gula nos atendeu MARAVILHOSAMENTE bem e levou salgadinhos, mini porções, bebidinhas, essas coisas. Depois, a própria Noca (dona do buffet) foi lá dar um alô pra gente. Meninas, comi MUITO. A vontade de comer era zero, mas tinha tanto medo de passar mal, que comi tudo o que me ofereceram. Lá na salinha tinha umas sobras de doces também e ÓBVIO que aproveitei pra provar um de cada.

 Resumindo: toda noiva diz que não come na festa, que gastou o maior dinheirão em doces e não provou nenhum, que escolheu com o maior carinho as comidas do buffet e não provou...Pois eu comi TUDO! Rá! Fica a dica hein!

Em seguida, a Bia chegou e foi ajeitar minha cauda. Coitada da Bia hahaha. Vcs viram meu vestido né? Eram milhões de saias de tule e cada uma tinha que ser puxada para o vestido "diminuir". Aliás, deu um pouco de trabalho, mas excelente o sistema que a Carol Hungria usa pra reduzir as caudas. Não me perguntem como é, porque não vou saber explicar, mas que é muito interessante, é. Além de tudo, deixa o vestido bonito. Acho um HORROR noiva com cauda do vestido enrolada, com nó, aparecendo as pernas. Dá um nervoso quando vejo aquilo!

Bom, depois a noiva passou por um momento meio constrangedor: tive vontade de ir ao banheiro e não podia ir sozinha. Bia e mais uma menina da equipe dela que me levaram hahaha.

Depois, ficamos esperando na salinha até os padrinhos chegarem para fazermos as fotos posadas. Marusquinha e Bia foram 1.000 nesse quesito! Falei que nem eu nem o marido tínhamos paciência pra ficar posando e estabeleci um limite de 20 minutos. Não é que foi cumprido?! Rapidinho terminamos e esperamos mais um pouquinho até  todos os convidados chegarem e podermos, finalmente, entrar na festa. Enquanto isso, ficava olhando escondidinha a decoração. Da salinha não dava pra ver quase nada, mas só o que vi, já era MAIS do que esperava.Depois falo mais sobre isso.

Algumas fotos posadas:



Rapidamente, a Bia foi nos buscar. Era hora de entrar na festa! Antes, aproveitei e tomei 2 engovs pra garantir. Obriguei o marido a tomar também rsrsrs #pavordevomitar

O roteiro era o seguinte: entrada na festa, corte do bolo, brinde, agradecimentos no microfone, primeira dança, abertura da pista.

Quando me aproximei do bolo, para a minha surpresa, a boleira tinha jogado PURPURINA nele. Além disso, tinha algumas coisas que estavam diferentes do que eu pedi. Como assim, produção???? Confesso que me subiu um arrepio pela espinha, mas...estava tão feliz, que deixei pra lá. A mesa de doces estava tão bonita que ofuscava aquele bolo horroroso com glitter e colarzinhos.

Depois do brinde, pegamos o microfone e agradecemos. Acreditam que meu sogro queria falar? Ah, meninas! Se eu abrisse pra ele, seria uma confusão danada! O marido agradeceu, eu agradeci e depois coloquei o microfone na mão da Bia e dei o seguinte comando: "SUMA COM O MICROFONE" hahahah. Sério, não foi de maldade nem minha nem do marido, mas se meu sogro falasse, todos iriam se sentir no direito de falar também e a pista de dança não ia abrir nunca! O marido ficou até com dor na consciência depois, mas fazer o quê, né? Foi necessário!




Fomos nos aventurar a fazer a primeira dança. Meninas, que SUFOCO! hahahah Senta que lá vem história: eu sempre quis fazer um negócio legal, ensaiadinho e que fugisse do convencional, mas sem passar vergonha. Um ano antes do casamento, escolhi a música e avisei a um amigo meu que é coreógrafo que ele nos ensaiaria. O tempo passou, passou, passou...e nada de ensaio! Chegou a semana do casamento e meu amigo nos deu um ultimato: "ou vocês vêm pra cá AGORA ensaiar ou tô fora". Fomos ensaiar e a coreografia ficou uma graça! A música foi ÁGUA DE CHUVA NO MAR, da Beth Carvalho.

Esse meu amigo (Carlinhos, o nome dele) é coreógrafo do Salgueiro e de uma companhia de dança, mas também trabalha com pessoas que nunca dançaram na vida, como noivos, debutantes.... Ou seja: apesar de estar acostumado com coreografias muito elaboradas, ele fez uma coreografia respeitando nossos limites. Só que...com a loucura da última semana, não ensaiamos mais. Chegou a hora de dançar e não lembramos quase nada da coreografia. Pra completar, o DJ colocou a música num ritmo mais acelerado. Aí é que foi a "derroteira" geral hahahahah. Parecia que a música não acabava NUNCA!Tentávamos disfarçar dando abraços, beijinhos...rsrsrsrsrrsrsrsrs Quando acabou a música, o Carlinhos veio até nós MORRENDO DE RIR hahaha.


Em seguida, o DJ abriu a pista com MOVES LIKE JAGGER. Até hoje quando ouço essa música me dá uma saudaaaaade da minha festa! Ô sentimento bom! Vou mandar tocar essa música em todas as minhas bodas! Imagina eu fazendo bodas de diamante, bem velhinha e dançando Moves Like Jagger hahahahah.

Só que: a gente abriu oficialmente a pista, o DJ tocou mais umas 3 músicas,  mas esse ritmo ainda não estava fazendo a galera ir a loucura, sabe? E eu queria que o povo tirasse o terno, suasse, fizesse "chão chão chão" rsrsrs. Ok, noiva ansiosa. Nenhuma festa tem a pista bombando com apenas 10 minutos rs. Ah! E ainda tinha uma coreografia que o noivo tinha preparado com os padrinhos, que era um "pouco surpresa" pra mim. Eu sabia que eles iam dançar, mas não sabia o quê. A ideia seria eles dançarem quando a pista estivesse bem cheia, mas mudamos os planos e eles dançaram no início. Nossa, foi a melhor coisa!
Eles dançaram EXAGERADO, do Naldo. Meu cunhado Bernardo é que comandou tudo e foi um sucesso!!! Eles dançaram super bem. Fiquei chocada com a desenvoltura dos rapazes! No refrão da música todos apontavam pra mim e o noivo vinha me beijar. Muito fofo!  





Depois disso, o DJ começou a tocar a sequência que pedi e a pista BOMBOU! Eu e o Dudu não saímos da pista. Uma menina da equipe da Bia nos deu tratamento VIP e toda hora ela trazia uma caipirinha. A Bia levava água de vez em quando pra gente não passar mal. Foi ótimo, porque fiquei BEM ALEGRINHA, mas LEMBRO DE CADA DETALHE DO MEU DIA. Aliás, lembramos, porque o Dudu aproveitou muito sem se esquecer de nada.






Quando estávamos no auge da animação, simplesmente a BATERIA DO SALGUEIRO entrou, minha gente!!! Era surpresa para todos os convidados! Só eu, Eduardo, minha mãe e Carlinhos é que sabíamos.

Vocês não tem noção da cara das pessoas. Todo mundo chocado, porque as pessoas não estavam esperando. Detalhe: foram 3 passistas também que animaram mais ainda.

Aí é que a festa foi à loucura! O título do capítulo é uma referência ao Salgueiro porque  os salgueirenses chamam a escola carinhosamente de "ACADEMIA" (o nome da escola é Acadêmicos do Salgueiro).

Gente, se eu já achava que estava feliz, nesse momento eu transbordei de felicidade. Era muita felicidade pra uma pessoa só! Eu pulei, cantei, sambei! Minha escola de samba tão querida no meu casamento!Parecia um sonho!






Depois da apresentação do Salgueiro, a festa continuou. Foi nesse momento que o DJ começou a tocar aqueles sucessos sertanejos que fazem o povo ir ao delírio hahahahaha ("tchetchereretcheche", "eu quero tchu eu quero tcha..."). Ai, ai...músicas ridículas, mas ótimas pra dançar.

Aliás, fica a dica: veja o perfil dos seus convidados. Se vc quer festa animada, TEM QUE TOCAR SUCESSO, MÚSICAS POPULARES. A não ser que 90% dos convidados não tenha esse perfil.
Depois dos sertanejos, começou a tocar músicas de flashback animadas, música brega, enfim...a festa entrou na fase anos 80.




Bom, depois joguei o sapo e o buquê. O povo faz cada coisa pra casar...hahahahahahaha Confiram:







Curtimos mais um pouco e tivemos que ser resgatados pela Bia no fim da festa hahahaha. É que os convidados queriam jogar o noivo na piscina, mas TENHO PAVOR A ESSAS COISAS. Primeiro, porque a piscina de lá é meramente decorativa, é bem rasinha. Segundo, porque numa dessas, a pessoa cai de mal jeito e se ferra! A Bia pegou a gente pelo braço e subimos com ela. A equipe dela preparou umas caixinhas com doces e salgados, pegamos e fomos para o carro.

O motorista Silvio já estava nos esperando e deixou a gente no hotel.

Quando chegamos no hotel...

Isso é assunto pra outro post!

Beijooooocaaas!!!