segunda-feira, 25 de julho de 2011

Invadindo o casamento alheio...e aprendendo MUITO

Oi, pípol!
Td bem?

Pois é, tirando um pequeno acidente que sofri ontem, comigo  está td bem. Vcs acreditam que fui atropelada por uma bicicleta? hahaa Estava eu, "toda toda", correndo na praia, almejando queimar gorduras e entrar no vestido branco, quando de repente, uma bike me joga e arrasta (sim, arrasta. Lembram das aulas de física, lei da inércia e tal? Então...)  pela ciclovia! Putz...vídeo cassetada total!

Me machuquei muito feio! Me ralei toda (Senhor, mto obrigada por não ter sido na véspera do casório!) e estou com o corpo tooodo dolorido, mas dos males o menor. Pelo menos, não quebrei nada. Fiquei chateada só pq perdi o encontrinho das blogueiras aqui do RJ, mas a Carolina vai marcar outro com mais calma.Ebaaa!

Bom, o que quero falar aqui é que fiquei sabendo que na última sexta-feira, dia 22, iria rolar um casório na "minha" igreja. Como eu já estava pelo Centro, não me contive e fui lá fuxicar o casamento alheio rsrsr.

Gente, como é importante a gente fazer isso, sabiam? É sério! Vi coisas que quero que sejam iguais no meu casamento e outras que não quero. Observei coisas que nnca tinha pensado.Vi problemas, que não quero que se repitam.Exemplo: o microfone do padre estava mega baixo. Não dava pra ouvir a cerimônia! Já tinha percebido isso no casamento de uma amiga minha que foi lá na minha igreja também. Resultado? A noivaloka aqui vai ligar pra igreja pra falar isso.

Ora, se faço questão que todos compareçam ao meu casamento, é pra todos ouvirem o casamento.Se eu quisesse fazer algo só pra mim e para o Dudu, nem casava em igreja, né? 

Reparei também que tinha uma convidada que tinha uma bebê. Na verdade, uma amiga minha já tinha me alertado pra isso, mas dessa vez, presenciei o fato. A bebê chorava, gritava... Uma mãe educada (que foi o caso), levanta e vai pra fora, vai para o banheiro, pra sacristia, sei lá...Só que têm mães mal educadas, que ficam prostradas no banco da igreja, querendo assistir o casamento, mas, na verdade, atrapalham todo mundo. Em algumas vezes, até desconcentram o padre, os noivos ou estragam o filme do casamento. Já pensou seu filme ter bebê chorando ao fundo? Ou sua única lembrança na memória ser o choro de baby alheio???
Enfim, meninas...a dica que eu dou, quanto a isso, é falar com sua cerimonialista antes do casamento e pedir para que uma pessoa da equipe dela esteja atenta a esse tipo de situação. Caso ocorra, uma pessoa da equipe da cerimonialista, pode, GENTILMENTE, levar a convidada para o banheiro ou para a sacristia.

Outra coisa que vi e achei muito bacana: uma pessoa da equipe do cerimonial levando uma senhorinha para ir ao banheiro.

Algo que não achei bacana: a mãe da noiva estava com um vestido laranja (bem chamativo), muuuuito justo, na parte de baixo soltava uns babadões, tomara que caia, com um brilho contornando o decote. Gente, o dia do casamento é DA NOIVA. O altar É DA NOIVA!!! Se sua mãe (ou sogra) é garotona e gosta de usar roupas mais sensuais e chamativas, ela não precisa se vestir tal qual uma freira, BUT no seu casamento ela tem que se vestir de acordo com uma MÃE. Portanto, no casamento que eu fui, se a mãe da noiva usasse,ao menos, uma estola, chale, echarpe ou um bolerinho, não iria chocar tanto. A impressão que me passou era que a mãe estava querendo competir com a filha.Sei lá...achei estranho.
Acho que tomara que caia "puro" só tem que ser da noiva.E mesmo assim sem exageros, né? Não vai me botar um tqc com os peitos pulando rsrsr. Mães e madrinhas podem até usar esse modelo, mas, no altar, tem que jogar algo por cima.

Outra coisa que serve pra quem ainda não marcou a data do casamento: evitem marcar em dias de semana. A não ser que não tenha jeito, que a data seja muito significativa, sei lá.. O casamento foi na sexta-feira, às 20 hs e a igreja estava meio vazia. Vcs tem que se colocar no lugar dos convidados, né? Imaginem-se indo ao trabalho, saindo às 18/19, irem pra casa, se arrumarem e tal...vai dar tempo de ir num casamento às 20 h e, ainda por cima, no Centro da cidade (local mais engarrafado ever às sextas-feiras)??? Claro que não vai dar tempo, né?

Bom, outra coisa que reparei foi nas músicas (belíssimas! Altas inspirações) e na decoração. Gentem, não entendo essas noivas que pagam R$12.000, R$15.000 em flores, que os convidados só vão ver por 30, 40 minutos. A noiva do casamento de sexta, fez uma decoração honesta, que não fez vergonha pra ninguém e usou flores mais baratas. Adorei! Vou fazer igual!

É isso, gente!

Vou colocar uma fotchenha pra matar a curiosidade de vcs!
Bjkssss







8 comentários:

Lu disse...

Oi Marcela, espero que se recupere rapido!!! E amei o post de hoje sobre dar uma voltinha no casamento alheio rsrs eu faço muito disso (sempre que meus pais estão na escala do casamento) criança chorando realmente é o fim viu, tem mães que não tem noção mesmo, e outra coisa que eu reparei dias atras em um casamento foi que tinha uma criança sentada na ponta do banco e a hora que o pessoal da foto/filmagem chegava ali perto ele ficava fazendo caretas e pulando na frente de onde eles iam tirar foto e filmar estava me dando vontade de juntar a criança no banco rsrsrs. São coisas que vamos tendo ideias pra que não venha acontecer no nosso ou então copiando o que gostamos. E com relação ao arranjo muito lindooo, no meu caso vou ter apenas 2 vasos no altar e nada mais.

beijos

Eriquices disse...

haha.. gostei do "madrinhas piriguetes", ninguém merece kkkkkk

Nossa mto bom vc ter iso no casório na sua igreja..agora tá por dentro de tdo q vc nao quer q aconteça.

Bjoo...!!

Tatiana K Wolff disse...

Caramba, Marcela, que droga, hein!? Vou confessar uma coisa, já atropelei com a bike um cara correndo... Foi muito sem querer, e acabei me machucando muito mais que ele! Tenho a marca na minha barriga pra sempre! Ciclovia é um perigo, principalmente no fds...
Mas marcaremos outro encontrinho!! Melhoras pra você!
Bjs!

Mayana & Jeomar disse...

Meninaaa, que chato isso!Inda bem que não foi nada grave e melhor ainda por não ter sido na véspera!rsrs... Afff... Bebê chorando na igreja, sei não viu? Vou cuidar disso também! E pretendo fazer uma decoração mais "enxuta" na igreja também e conseguentemente mais barato também..rsrs

Beijos :)

Talita Uoya disse...

Oi querida! Espero que você esteja melhor do acidente de bicicleta rs! E vá quantas vezes forem necessárias na sua igreja para assistir os casamentos... Isso é muito importante!

Ah.. tem promoção para noivas lá em nosso blog. Se ainda não estiver participando, corre lá para se inscrever! Beijinhos!

www.talitauoya.com

Géssica (Kinha) disse...

Oi flor...
Postei uma novidade hiper legal no blog. Se ainda nao fechou seu vestido de noiva, passa lá e dá uma olhada. É Imperdivel...
http://umalindapromessa.blogspot.com/2011/07/tenha-seu-vestido-pelo-mesmo-preco-do.html

Beijoss!

Caiti Tainá disse...

Concordo com o negócio das crianças...tem gente que não se toca, né? no casamento que fomos ver no último fds tinha um menininho que falava MUITO alto e chorava e os pais achando a maior graça...eu ficaria mto irritada e tb já pensei em falar com a cerimonial pra que isso não aconteça...mas tem mta gente que é assim, acha que os filhos podem tudo e acabam estragando o nosso dia...e mãe piriguete ninguém merece, né?! hahhaha

bjos!

Carolina disse...

Sabe que fiquei prestando atenção nas bicicletas desde domingo? Uma porr@d@ de uma delas deve doer pacas mesmo!!! Se cuida!!!

Gente, eu NUNCA prestaria atenção nesses detalhes! E olha que me achava neurótica! Já até fui em um casamento na igreja onde vou casar, mas só dei uma olhada na decoração do salão e saí correndo... Medo de sair na filmagem alheia! ^^

Beijos!